Workshop de Fotografia em espaço urbano com Luís da Cruz

formação de 6 horas
parte 1 > 27 Jan – CECAL, Loulé – 19h30 / 22h30
parte 2 > 28 Jan – Galeria Praça do Mar, Quarteira – 14h30 / 17h30
preço participante: 25€
lotação: 12 participantes
informações e inscrições: 289 828784 / 91 8703415 / devir-capa@devir-capa.com

as paisagens urbanas são geralmente marcadas por edifícios, linhas, dimensões, conceitos ou estilos, que definem não só o espaço envolvente, mas também a identidade da cidade e de quem nela habita. O espaço urbano é uma estrutura física com vida própria, uma superfície cheia de traços, textura, forma e ritmo.
a história do(s) lugar(es). A ideia de interesse pelo lugar.

objectivos introdução à fotografia de paisagem urbana/arquitetura; identificar os diferentes equipamentos utilizados em fotografia de arquitectura; estudo prévio do espaço/edifício a fotografar (análise no local); exercícios práticos (fotografia de interiores e exteriores); introdução às ferramentas usadas na edição de fotografia de arquitetura; edição das fotografias realizadas pelos participantes, que serão publicadas no jornal/programa dos “encontros do DeVIR” e apresentadas na sessão de abertura do Festival.

destinatários todos os que pretendam adquirir competências na área da fotografia de paisagem urbana/arquitetura, através do exercício da fotografia como olhar crítico do lugar.

Luís da Cruz nascido em Loulé em 1968. Fotógrafo profissional desde 1990. Formou-se em Fotografia na Universidade Koninklijke Academie Van Beeldende Kunsten (Haia, Holanda) e é Mestre em Belas Artes pela Universidade AKV St. Joost (Breda, Holanda). Foi bolseiro da Fundação Calouste Gulbenkian em 2002-03. Fotógrafo de tendência documental que tem desenvolvido um trabalho que explora, de forma subjectiva e crítica, os espaços, os usos e comportamentos da vida tanto urbana como rural, indo ao encontro de uma visão que privilegia a sensibilidade antropológica. Ultimamente tem desenvolvido um trabalho com maior enfoque na paisagem humanizada.

actividade integrada no ciclo antecomeço – fase preparatória da 3ª edição do Festival “encontros do DeVIR” cidades utópicas / cidades possíveis 

organização DeVIR/CAPa
estrutura financiada por Ministério da Cultura / Direcção-Geral das Artes
iniciativa co-financiada por 365 Algarve / Turismo de Portugal; Câmara Municipal de Faro; Câmara Municipal de Loulé; Câmara Municipal de São Brás de Alportelapoios UALG; Aldeia da Luz; Al-Portel; Tertúlia Farense
parceiros media Jornal “barlavento”; RUA FM

 

 

 

 

Discuss - No Comments